Pierre Bittar - Artista Impressionista Francês  
 
A Santíssima Trindade

A dúvida é a inimiga da fé. Se não dissipada, ela cresce em nossas mentes e destrói a nossa fé. A melhor maneira de evitar tal dano é fazer perguntas e buscar respostas convincentes, capazes de extinguir nossas dúvidas.

O que é a trindade de Deus?

A fé cristã se baseia na Santíssima Trindade, que é: O Pai, o Filho e o Espírito Santo. Todos os três são um único Deus. Um Deus triuno.

A compreensão ou as linguagens humanas têm dificuldade em expressar a beleza e a imensidade de Um Único Deus triuno.

A melhor maneira de expressar um assunto tão sofisticado é através de um exemplo simples, que possamos compreender, e então elaborá-lo e adaptá-lo gradualmente ao assunto principal.

O Exemplo das 3 Velas

Ilustração

Deus:

Existe uma só chama, embora existam três velas. A essência da chama é
calor e
luz.

Três velas

Existe um Deus, embora ele seja uma trindade, o Pai, o Filho e o Espírito Santo. A essência de Deus é:

Amor
=
Calor e
Sabedoria
=
Luz

 

     

As 3 velas podem ser tanto uma chama como podem ser separadas, e cada uma terá a mesma essência de calor e luz que é única à chama.

Assim, embora a primeira vela tenha uma chama, a segunda vela tenha uma chama e a terceira vela tenha uma chama, quando unificadas, elas formam uma só chama.

O Pai, o Filho e o Espírito Santo.
 
O Pai, o Filho e o Espírito Santo.
 
O Pai, o Filho e o Espírito Santo.

A Santíssima Trindade pode ser unificada em um Deus, ou pode ser separada, e cada um terá a mesma essência de amor e sabedoria que é única a Deus.

Assim sendo, embora
o Pai seja Deus,
o Filho seja Deus e
o Espírito Santo seja Deus,
quando unificados eles são um único Deus.

     

Como no caso das 3 velas, uma delas pode ser separada. Por exemplo, uma vela pode ser separada do conjunto para aquecer e iluminar outro aposento que esteja no escuro por algum tempo.

Esta vela então pode retornar à chama principal e outra vela pode ser enviada para substituí-la,
de modo a manter o calor e a iluminação naquele aposento, que já estava preparado para se livrar da escuridão.

3 Velas

Quando o Filho de Deus se tornou humano Isaías (9:16) “Pois nasceu para nós um menino...seu nome será Deus
Forte, Pai Eterno...” Veja também as pinturas Anunciação e o Nascimento de Jesus, números 1 e 2
em A Vida de Nosso Senhor

Antes de retornar para Seu Pai, Jesus prometeu enviar o Espírito Santo (Defensor), em João 15:26, “Quando, porém, vier o Defensor que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim.”


Depois de se compreender bem a explicação acima sobre a Santíssima Trindade de Deus, leiamos alguns versículos do Antigo e do Novo Testamento sobre esse tema.

No Antigo Testamento, Deus se revelou para nós logo no começo da primeira página, como se Ele desejasse que compreendêssemos imediatamente quem Ele é.

Em Gênesis 1:1-3:

  1. No princípio, Deus criou o céu e a terra.
  2. ... e o Espírito de Deus pairava sobre as águas.
  3. Deus disse (a Palavra de Deus), “Faça-se a luz” e a luz se fez.

Como podemos ver:

Deus (o Pai) é mencionado no versículo 1, o Espírito de Deus (O Espírito Santo), no versículo 2 e o Verbo de Deus (Deus disse), no versículo 3. O Verbo de Deus = Jesus

Quando Deus fala no plural, usando pronomes como conosco, nosso ou nós, compreende-se que a Santíssima Trindade está falando - o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Alguns podem pensar que o uso desses pronomes se refere a Deus e Seus Anjos. Isso não pode ser verdade, porque os anjos são criaturas de Deus e não criadores. Assim, quando Deus disse, “Façamos o homem à nossa imagem,” o nossa que Ele usa certamente se refere a Jesus e ao Espírito Santo que, com Ele, compõem a Santíssima Trindade.

Leiamos agora alguns versículos do Antigo Testamento onde Deus emprega esses pronomes plurais.

Gênesis 1:26
Então Deus disse, “Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele reine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre toda a terra, e sobre todas as feras e répteis que rastejam sobre a terra.”

 

Gênesis 3:22
E o Senhor Deus disse, “Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal. Agora, pois, cuidemos que ele não estenda a sua mão e tome também do fruto da árvore da vida, e o coma, e viva eternamente.”

 

Gênesis 11:7
Vamos: desçamos para lhes confundir a linguagem, de sorte que já não se compreendam um ao outro.”

 

Isaías 6:8
Ouvi então a voz do Senhor que dizia, ”Quem enviarei eu? E quem irá por nós?”


No Novo testamento, alguns versículos explicam situações em que a Santísisma Trindade - o Pai, o Filho e o Espírito Santo, são mencionados juntos.

 

Mateus 28:19
Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Em alguns versículos, a presença da Trindade aparece em cena.

 

Mateus 3:16-17
16 Batizado que foi Jesus, saiu logo da água; e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito Santo de Deus descendo como uma pomba e vindo sobre ele; 17 e eis que uma voz dos céus dizia, “Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.”

É importante compreender a Santíssima Trindade Sem uma boa compreensão, alguns versículos da Bíblia ficam confusos. Eis alguns deles.

Isaías 7:14
Portanto o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará a luz um filho, e será o seu nome Emanuel.

Emanuel significa “Deus está conosco”. (Do hebraico, Im = com, man = nós e u`el = Deus)

Comentário: No versículo acima, Isaías chama a Jesus de Deus. Agora entendemos por que Jesus foi chamado de Deus (porque se separado da Santíssima Trindade, Jesus é Deus)

 

Isaías 9:6
Pois nasceu para nós um menino, um filho nos foi dado. O poder de governar está nos seus ombros. Seu nome será Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz.

Comentário: Chamar Jesus de Pai Eterno e é uma confirmação de que a Santíssima Trindade é um Deus único que tem a mesma essência, eles estão um no outro.

 

Isaías 25:9
E naquele dia se dirá, “Eis que este é o nosso Deus; por ele temos esperado, para que nos salve. Este é o SENHOR; por ele temos esperado; na sua salvação gozaremos e nos alegraremos.”

Comentário: Além de ser chamado de Deus e Senhor, Isaías chamou Jesus de Salvador.

 

Isaías 40:3
Eis a voz do que clama, “Preparai no deserto o caminho do SENHOR; endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus.”

Comentário: Isaías estava predizendo aqui o anúncio da chegada de Jesus por João Batista.

 

João 1:1-5
1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio com Deus. 3 Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. 4 Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. 5 A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.

Comentário: No início de seu Evangelho, João fala sobre Deus Pai e Deus Filho. Ele chama a Jesus de Verbo, porque sem o Verbo, nada teria sido feito. (“Faça-se”, Ele disse, e foi feito. - Vide Gênesis) Isaías também chama a Jesus de luz, o que significa sabedoria.

 

João 10:30
Eu e o Pai somos um.

Comentário: Esta é outra confirmação da Santíssima Trindade em um único Deus. Isso também confirma o que Isaías havia dito, que Jesus é o Pai para sempre.

 

João 14:6
Respondeu-lhe Jesus, “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”

Nota importante: Esta mensagem é para aqueles que creem em Deus, nas não na Santíssima Trindade de Deus. Sem Jesus não há Santíssima Trindade e, portanto, não há Deus. (Caso isto não esteja claro, leia novamente a explicação sobre a Santíssima Trindade, acima.)

 

João 14:8-11
8 Disse-lhe Felipe, “Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta.” 9 Respondeu-lhe Jesus, “Há tanto tempo que estou convosco, e ainda não me conheces, Felipe? Quem me viu a mim, viu o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai? 10 Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, é quem faz as suas obras. 11 Crede-me que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim; crede ao menos por causa dessas obras.

Comentário: Jesus deixou muito claro a questão da Santíssima Trindade, além de enfatizar o fato de que Sua vinda entre nós também foi para nos revelar o Deus oculto e invisível.

 

Para concluir este assunto tão importante da Santíssima Trindade, leia atentamente o que Deus testemunhou nos versículos a seguir de João:

1 João 5:11-13
11 E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho. 12 Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. 13 Estas coisas vos escrevo, a vós que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna.

 
  

A Vida de Nosso Senhor

Introdução 1 - A Anunciação 2 - O Nascimento de Jesus 3 - Fuga para o Egito
4 - No Templo com os Doutores 5 -Os 4 Primeiros Discípulos 6 - As Bodas de Caná 7 - Jesus Ressuscita o Filho de uma Viúva
8 - Alimentando 5000 Pessoas 9 - A Última Ceia 10 - A Traição de Judas 11 - A Humilhação de Jesus
12 - Crucificação e Morte 13 - A Ressurreição de Jesus 14 - A Ascensão Espalhando a Palavra

ENTENDA A SANTÍSSIMA TRINDADE
A Santíssima Trindade revelada através de uma pintura
A Santíssima Trindade
Somos Células de Deus?

entrevista em vídeo entrevista de rádio
 
  
Galeria Pierre Bittar
Página inicialAnuário